Você conhece as regras para utilizar seu FGTS na compra de um imóvel?

Para quem já trabalhou de carteira assinada, o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) está disponível e pode ser utilizado para a compra de um imóvel. Se o trabalhador possui uma grande quantia na conta de FGTS, ele pode sacar o montante e comprar um imóvel à vista. E caso não tenha disponível um valor tão expressivo, qualquer valor poderá ser utilizado para quitação da entrada do imóvel.

Utilizar o seu fundo de garantia também pode gerar juros reduzidos, isso acontece porque com a garantia do benefício, a imobiliária ou construtora tem conhecimento de que receberá esse valor, permitindo negociar taxas menores de juros.

Pré-requisitos
Para utilizar o FGTS na compra de um imóvel é necessário ter três anos de carteira assinada e recebendo o FGTS. Não é permitido ter nenhum financiamento em aberto no SFH (Sistema Financeiro de Habitação), não ser proprietário de algum imóvel residencial urbano, nem ter usufruto ou ser cessionário no local onde mora ou próximo a ele.
No momento da solicitação do benefício, o comprador não pode estar com o pagamento de parcelas atrasadas do financiamento e ser titular do mesmo, caso tenha a intenção de utilizar este dinheiro para pagar parte do valor das parcelas.

O imóvel
Também há regras com relação ao imóvel a ser adquirido.
O valor do imóvel não poderá ultrapassar R$ 1,5 milhão e se o dinheiro for usado para uma construção, o terreno deve ser da pessoa que irá sacar o FGTS e pode ser adquirido através da linha de crédito “aquisição e construção” da Caixa. Além do que, este imóvel deve ser urbano e destinado apenas à moradia, assim, a Caixa Econômica Federal irá realizar uma avaliação do imóvel para declarar se está em condições de habitação e de que não existem problemas estruturais na construção.
O imóvel deve possuir o Registro de Imóveis e não pode haver nenhum registro gravame.
Não é permitido usar o fundo para adquirir um imóvel comercial.

Como utilizá-lo
Primeiramente, consulte o seu saldo do fundo de garantia e veja quanto pode ser utilizado.
Após isso, reúna toda a documentação: documento de identidade, extrato da conta do FGTS, declaração do Imposto de Renda e certidão de casamento ou de união estável).
Vá até a Caixa Econômica Federal para apresentar toda essa documentação e espere pela aprovação.

Realize o sonho do imóvel próprio utilizando o seu FGTS! Clique e conheça nossas opções à venda.

Deixe uma resposta